logo donadelas

3 Dicas para recuperar o ânimo com o negócio

Com tantas adversidades, mudanças e tudo o que todos viveram nos últimos meses, tem sido muito comum encontrar mulheres sem ânimo para trabalhar, mesmo as que possuem seu próprio negócio.

Esclareço que não vou tratar da síndrome de Burnout, pois esta tem sua causa no estresse. Neste artigo quero focar no tédio no trabalho. Sabe aqueles momentos em que você se pergunta: por que perdi a vontade pelo trabalho? E não encontra a resposta e quando percebe está procrastinando ou no mínimo levando mais tempo para realizar tarefas que antes fazia num piscar de olhos e com muito prazer.

Existem estudos que mostram que esse desânimo pode ter origem biológica, como o estudo do professor e psicólogo Daniel Cabe em seu livro Alive at Work: The Neuroscience of Helping Your People Love What They Do (“Vivo no Trabalho: a neurociência ajuda sua equipe a amar o que faz”, tradução livre).

No livro, Cabe fala de situações como doenças graves que durante um determinado tempo causam esse desânimo e que quando são curadas, sentimos um novo ânimo para executarmos nossas funções. Assim como as crianças quando ganham aquele brinquedo maravilhoso e que em 3, 4 dias (às vezes até em uma semana), perdem total interesse pelo brinquedo, e do nada, podem se encantar com uma caixa enorme de lápis de cor, coisa que ela não tenha visto antes. Nosso cérebro através do estriado ventral, pede por coisas novas e elas não precisam ser divertidas, precisam ser novidade.

E é exatamente neste momento que peço sua atenção, pois quando cedemos às novidades ou simplesmente encontramos uma nova forma de olhar para o que já fazemos no trabalho, nosso cérebro libera aquela injeção de dopamina, nos dando aquela sensação de ânimo renovado.

Então se ligue aqui nestas 3 dicas de como ajudar seu cérebro a liberar mais dopamina:

Foque no que você faz de melhor

Uma forma de driblar o tédio no trabalho é você encarar o trabalho a partir dos seus pontos fortes. Como você com os seus talentos pode ajudar a equipe e o seu negócio crescerem. Seja, mais positiva!

Esteja disposta a experimentar

Sabe a tal zona de conforto? É muito importante identificá-la e criar estratégias para sair dela. Por exemplo, você está acostumada a desenvolver um único produto, tente criar e desenvolver um novo. Se você possui equipe de venda externa, saia de vez em quando com um vendedor para visitar um cliente, isso pode te trazer muitos insights.

Lembre-se do propósito do seu trabalho

Procure identificar o que você faz na sua rotina que não está alinhado ao propósito do seu trabalho e elimine. Se você presa por qualidade e não está mais conseguindo avaliar isso no seu trabalho, pense numa estratégia de como diminuir a quantidade para que você se sinta feliz com os resultados entregues.

Além da mentoria e consultoria, eu também atuo como coach e desde o início fiz um trato comigo: eu não atendo mais que 5 clientes por mês porque mais que isso vou trabalhar com o tempo apertado e comprometer minha entrega, e isso eu não aceito, é inegociável para que eu me sinta bem no trabalho que eu faço.

E você donadelas, tem ficado mais animada ou desmotivada no seu negócio? Deixa sua resposta nos comentários pra gente, vamos adorar conhecer mais de você.

Como você se sente após ler esse conteúdo?
+1
1
+1
2
+1
0
+1
0
+1
0

*Os textos de nossas colunistas são de inteira responsabilidade das mesmas e não refletem, necessariamente, a opinião da Donadelas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter