logo donadelas

Não se esconda atrás da “falta de criatividade”

Você vem observando o seu negócio, e consegue identificar que uma “oxigenada” na sua entrega de valor poderia lhe produzir um resultado diferente. Verifica que ele está precisando de uma sacudida. E, quem sabe, a resposta esteja em implementar novas ideias, lançar uma nova linha de produtos ou um novo combo de serviços.

Acompanhando as redes sociais, você consegue identificar que outras empresas têm apresentado seus produtos de forma atraente e criativa. E que isso seria uma saída para a sua empresa. Pois, você tem o que oferecer, mas não está sabendo comunicar isso!

Ocorre que, você não se considera nem um pouco criativa. Muito menos, sabe pensar em algo que entregaria valor, além do que já faz. E fica pensando: O quê, e como vou fazer para implementar coisas novas e, verdadeiramente atraentes? Mas, aí você para e pensa: Como vou implementar novidades no meu negócio, se não sou criativa? Se todas as ideias que tenho (quando tenho) me parecem tão pouco atrativas ou usuais?


“Não tenha medo de ter ideias ruins. Ruim é NÃO TER ideias”.

Essa afirmação de Seth Godin talvez seja a resposta que você precisa para tomar consciência de que, pode ser a sua insegurança que esteja a lhe levar a acreditar no que ninguém te disse.

Ao contrário do que muitas de nós imaginamos, a criatividade não é um dom, mas uma competência que – como qualquer outra – pode ser desenvolvida por todos. Criar está ligada a sermos dotadas com essa possibilidade de produzir novas ideias. E não dá para fazer isso sem tentar!


Como nos afirma Seth “ a mágica é que não há mágica”. Você precisa insistir nessa busca por uma pequena e constante movimentação. Se tiver uma prática, se focar no processo, é possível a todas nós, criarmos algo que terá impacto na nossa empresa.

A armadilha é que fomos treinadas a focar no resultado, sobre o qual não temos nenhum controle. Nos ensinaram que falhar é fatal, e que precisamos ter certeza de que a receita funciona antes de começarmos. E então não começamos. E encontramos as desculpas perfeitas:

“Não tenho competência”
“Não sou capaz”
“Estou sem inspiração.”
“Não estou preparada”
“Não sei se vai dar certo.”

Se quiser uma garantia de que vai dar certo, você não sairá do lugar. “E assim enterramos nossos sonhos”.

Uma empreendedora não pode se “dar ao luxo” de se auto desculpar por não realizar coisas novas no seu negócio. Precisamos não só acreditar. Mas entender a nossa responsabilidade em fazer isso acontecer. Como podemos deixar de fazê-lo, se o nosso negócio faz parte do nosso propósito?

Foque no seu processo, entregue-se a observar o seu trabalho. Comece de novo.

Você já sabe que quanto mais produzir ideias, mais criativa se tornará. E se está preocupada com a possibilidade de que chegará aquele momento em que você não terá mais como ser criativa; não precisa mais ter esse temor. Pois, “Você não pode esgotar a sua criatividade. Quanto mais você usa, mais você tem” ( – Maya Angelou).

Não tem mais onde se esconder! Abra mão de suas crenças e “escancare” as portas da sua criatividade.

Como você se sente após ler esse conteúdo?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

*Os textos de nossas colunistas são de inteira responsabilidade das mesmas e não refletem, necessariamente, a opinião da Donadelas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter