logo donadelas

Nem tudo dá certo quando a gente empreende

Algumas pessoas romantizam o empreendedorismo acreditando que basta encontrar uma ideia boa, colocá-la em prática, e pronto: a mágica acontecerá fazendo-as enriquecer.

Não se iludam, empreender é um exercício diário de paciência, persistência e muita coragem.

Coragem para não se permitir desanimar, e coragem para acreditar que vai dar certo, apesar de todos os problemas enfrentados TODOS OS DIAS.

Quando abri minha primeira loja, foi maravilhoso e ao mesmo tempo assustador. Aprender a operar um negócio é um teste de resistência, por que envolve muitas variáveis: funcionários, clientes, governo, contabilidade, financeiro…

Cometi vários erros, e alguns foram bastante difíceis de superar: a contratação de um contador ruim que me rendeu o pagamento de multas e juros desnecessários, manter funcionárias com baixa produtividade somente por que gostava delas e imaginava que um dia iriam mudar, me sujeitar a pagar um aluguel alto por que acreditava que iria vender muito e iria compensar isso, mas no fim tive um bom prejuízo…

erros

Dá para escrever várias páginas de problemas enfrentados aqui, a questão é como fazer para superá-los e ao mesmo tempo continuar empreendendo, por que simplesmente novos desafios irão surgir, é um ciclo sem fim.

Eu tive a sorte de vir de uma família de empreendedores, então aprendi a empreender com meu pai, que quebrou várias vezes, e se reergueu em todas. E para mim, esse é um grande exemplo que sigo até hoje: o fracasso é apenas mais um resultado.

Por que nem tudo que nos propormos a fazer vai dar certo, então compreender os erros e avaliar cada um deles, aumenta a probabilidade de não repeti-los. E assim vamos aprendendo e fazendo diferente todos os dias.

Portanto, não se iluda imaginando que um dia tudo será um mar de rosas, e também não se desespere a ponto de achar que nada vai dar certo!

Empreender, definitivamente é um ato de resistência contra nossas próprias limitações, mas também nos permite crescer pessoal e profissionalmente muito mais do que qualquer teoria. Depende sempre do quanto estamos dispostas a transformar experiências ruins em aprendizados únicos que podem nos direcionar rumo ao crescimento constante.

Como você se sente após ler esse conteúdo?
+1
0
+1
1
+1
0
+1
0
+1
0

*Os textos de nossas colunistas são de inteira responsabilidade das mesmas e não refletem, necessariamente, a opinião da Donadelas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter