logo donadelas

Nossos sonhos não desistem de nós

Segunda feira 14h, 31 graus, caneca de café na mão, iPad no braço, e vestida na minha porção aluna.


Estou saindo de casa para participar de mais uma aula no doutorado. São mais de 30 anos envolvida no meio acadêmico, 28 como professora, e há mais de 20 aguardando o tempo dessa realização. E sabe o que é mais interessante? Nossos sonhos não desistem de nós; e sempre encontram uma abertura para se imporem, quando surge a oportunidade.


Podemos até mesmo ter negligenciado o ruído que vinham fazendo do lado de dentro; mas aí surge a brecha, e eles se apresentam como uma “bateria de escola de samba”; e nos encantam com ritmo, vivacidade, e todo um enredo. Não mais que de repente, já estamos envolvidas por aquele som que só um sonho é capaz de produzir.


Às vezes, escondemos até de nós mesmos a existência desses sonhos. Queremos silenciar as vozes que insistem em lembrá-los. Vozes que, no meu caso, aguardam há mais de 18 anos para serem ouvidas (Esse sonho podia ter se materializado lá no passado. Mas houve a necessidade de que fosse outra a escolha feita diante da oportunidade).


E então, foi preciso dar permissão ao tempo, para que ele se encarregasse de encontrar um novo espaço para essa realização. E assim ele o fez! Porque sábio, compreende que um sonho dura desde o seu imaginário até a sua realização. E ele não será descrito ou caracterizado pela quantidade de dias ou anos que transcorreram. Mas, terá o gosto de todo o percurso; todas as vivências; o sabor do ponto de partida até o ponto de chegada.


O sonho acontecerá na sua vida, se você for capaz de ter a coragem de não desistir dele!


Pode durar mais tempo do que você desejaria quando o imaginou. Mas acontecerá a despeito das horas e das sequências de dias; lembrando-lhe que a maturidade foi capaz de lhe garantir a perseverança necessária para creditar valor na sua realização.


Eu continuarei creditando valor aos meus sonhos. E, mesmo que o mundo não esteja ouvindo o “rufar dos tambores”, dentro de mim, nesse momento, é carnaval.


E dentro de você? Quais sonhos estão aí, aguardando uma pequena brecha para romperem numa explosão de luz e contentamento?

Como você se sente após ler esse conteúdo?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

*Os textos de nossas colunistas são de inteira responsabilidade das mesmas e não refletem, necessariamente, a opinião da Donadelas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter