logo donadelas

O que esperar de um ano novo?

A poucos dias da virada de mais um ano, muitas pessoas nesse momento estão fazendo várias promessas e verbalizando muitas resoluções para o próximo ano, coisas que já dizem há anos, mas que na verdade não saem da intenção. E que coisas seriam, essas?

1ª – Matricular-se numa academia ou simplesmente começar a exercitar-se (esta segunda menos especifica ainda) para perder peso ou somente ter um estilo de vida saudável.

2ª – Cuidar das finanças, guardar um dinheiro para as emergências.

3ª – Aprender alguma coisa nova.

4ª – Conhecer um lugar novo.

5ª – Cuidar mais de si mesma.

6ª – Valorizar o que realmente importa… e por aí vai.

A palavra resolução significa tomar uma decisão. Se você se aprofundar nas resoluções citadas acima, perceberá que não são decisões e sim intenções. Isso mesmo, as expressões acima declaram a intenção de fazer uma atividade física, de ir a um lugar que ainda não conhece, aprender algo que nunca fez na vida, mas falta o comprometimento que as resoluções trazem.

Então como fazer as resoluções?

Primeiro, elas não precisam ser somente na virada de ano, no final do mês ou na segunda-feira.

Segundo, elas devem ser elaboradas por áreas da sua vida para que façam sentido dali pra frente. Esse é um dos principais motivos pelo qual essas “resoluções de final de ano” não dão certo, a falta de sentido na vida de quem as faz.

E por último, elas precisam ter metas, para que possamos acompanhar nossa evolução nas resoluções.

É claro que nós precisamos de alguns incentivos para fazer nossas resoluções, e o final do ano é um dos momentos ideais, pois somos tomados por sentimentos positivos como: esperança, ânimo, bondade, confiança, disposição, felicidade e vontade de realizar algo importante.

Então vou dividir com vocês minha estrutura de como definir minhas resoluções por áreas da minha vida.

Tenho uma planilha no excel dividida em metas de curto, médio e longo prazo. Em cada tipo de meta coloco uma resolução. Vou usar como exemplo as resoluções que coloquei acima.

Utilizarei para demonstrar apenas a tabela de curto prazo, depois você completa a de médio e longo.

CURTO PRAZO (até 6 meses)

É claro que esse é meu jeito, mas é o jeito que faz sentido para mim. O que eu quis te falar é que só acontecerá algo novo no ano novo, se você fizer de forma diferente. E nem é necessário ficar esperando aquele milagre, pelo menos não antes de você fazer sua parte.

Então comece o Ano Novo fazendo a sua parte!

Feliz Ano Novo, repleto de coragem, esperança e força!

Como você se sente após ler esse conteúdo?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0

*Os textos de nossas colunistas são de inteira responsabilidade das mesmas e não refletem, necessariamente, a opinião da Donadelas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter