logo donadelas

Ser ou não ser: como a identidade impacta o seu negócio.

No clássico de W. Shakespeare, Hamlet se depara com uma questão crucial, uma pergunta que ecoa há séculos nas páginas e memórias pelo mundo: Ser ou não Ser? Mas a pergunta de Hamlet, que traz um dilema de vida e morte na literatura, pode ser levado também para a vida das empresas de maneira muito simples: o que o meu negócio é?

Essa também é uma pergunta de vida e morte, mas para a sua empresa e para o mercado. Ser ou não ser? O que seu negócio é para os seus clientes? O que seu negócio não é? Você sabe? Você já se perguntou?


Aqui no Brasil estamos vivendo uma realidade que fez “explodir” o número de negócios que foram abertos pela necessidade da empreendedora (ou do empreendedor) e não por uma oportunidade que foi encontrada no mercado. Isso se chama “empreendedorismo por necessidade”, e a última vez que o Brasil havia chegado num volume parecido foi em 2002. Agora, dos negócios nascentes, 83% indicam que há uma grande relação com o desemprego.


Só que tem uma outra informação que é muito importante, para você que tem um negócio ou está começando a se organizar para tê-lo: um negócio sempre traduz e revela a sua identidade. Seu negócio diz ao mundo o que você faz bem, o que você gosta de fazer, quanto você espera receber e principalmente, como você trata as pessoas ao seu redor, clientes, funcionários e parceiros. Um negócio próprio é uma das formas de dizer ao mundo como você acredita que pode ser realizada.


Por isso, mesmo que o seu negócio tenha sido aberto com base em uma grande necessidade ou em função de uma situação de emergência, como por exemplo uma crise, não se esqueça que não é a sua necessidade que vai te manter no mercado e te fazer crescer, é a sua identidade.


Saber quem é você, como pessoa, vai te fazer construir melhor a forma de como operar o seu negócio, porque é só quando sabemos quem somos que entendemos com clareza o quanto somos únicos. Com empresas é a mesma coisa, é o que chamam de “diferencial” ou “vantagem competitiva”. Por que alguém viria comprar um produto comigo ou então contratar o meu serviço? E olha tem muitas razões pra isso, vamos ver algumas?


• Pode ser o seu preço;
• Pode ser a sua exclusividade;
• Pode ser a sua rapidez;
• Pode ser a sua facilidade;
• Pode ser uma novidade.
• Pode ser pelo modelo, o design, a estética.
• Pode ser o grupo ao qual você pertence, a sua comunidade, por exemplo.


As pessoas compram por muitos mais motivos que a necessidade, elas se vinculam e criam conexões umas com as outras. Todas nós conhecemos boas histórias de gente que fez uma compra que parecia improvável, de uma empresa que fica do outro lado da cidade ou até de outro estado, sem perguntar o preço ou quanto tempo ia levar a entrega.


Se essa negociação aconteceu com o seu negócio, empresa ou com você mesma, então você sabe que houve um motivo especial e que, neste momento, pode até ser que você não lembre em detalhes esse motivo, mas aí dentro você o conhece bem.


E é isso que te faz única. É essa a razão que fez o seu negócio existir porque ela é a sua identidade, o seu propósito. É a identidade que constrói o diferencial do seu negócio, por isso pense bem nela, este é um processo que precisa ser bem planejado, bem organizado e bem construído, pois é ele que vai fazer o seu negócio acontecer, crescer e prosperar.


Bons negócios a todas!

Como você se sente após ler esse conteúdo?
+1
2
+1
5
+1
3
+1
0
+1
0

*Os textos de nossas colunistas são de inteira responsabilidade das mesmas e não refletem, necessariamente, a opinião da Donadelas.

2 respostas

  1. Excelente texto… o empreendedorismo por necessidade tomou grande proporção também nesses tempos de pandemia, onde o índice do desemprego disparou e muitos se viram na “obrigação” de empreender para buscar o sustento. Que interessante… e mais incrível ainda são os que conseguiram, mesmo diante dessa necessidade, acrescentar uma identidade própria à esses negócios e prosperar durante esse período de crise no país… obrigada por compartilhar Hannah!

  2. Genial!! Concordo plenamente!!
    Acredito ser esse o grande diferencial de um negócio de sucesso, vender aquilo o que representa o que se é é o que genuinamente acreditamos!!!
    Axé!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter